sábado, 6 de junho de 2009

A masbaha



A masbaha

Uma imagem na postagem anterior (A tradição oral e a música árabe) gerou uma dúvida que procurarei esclarecer aqui.
Quando falei sobre uma técnica islâmica de memorização, o dhikr, utilizei a imagem de uma masbaha, um colar de contas que tem diversos usos, entre eles o auxílio para a concentração para a repetição das palavras da oração.
.
Como se vê abaixo, junto à imagem da masbaha, estava escrito Dhikr. Então esclarecendo:
.
Dhikr é a técnica de memorização através da repetição.
E a masbaha é uma das ferramentas utilizadas para o dhikr, mas não a única.
Logo, a imagem é da masbaha, a ferramenta; e a palavra escrita, dhikr, é a técnica.
.
.
O assunto pode ter vários desdobramentos, interessantes e complexos. Levantarei alguns aqui, de forma simples:
.
- muitas tradições utilizam contas para auxiliar na concentração e na contagem durante as orações, exercícios espirituais, meditações e pedidos de auxílio.
.
Os nomes variam: masbaha para muçulmanos, rosário ou terço para os católicos, mala para os budistas, por exemplo.
O número de contas também varia: 33 ou 99 para cristãos e muçulmanos; 27, 54 ou 108 para budistas. Existe, dentro de cada tradição, variações conforme a finalidade do cordão de contas.
O material pode ser âmbar, madeira, pedras, osso, lã, plástico e outros.
.
.













.
.
A elaboração deste colar de contas pode ser a própria meditação, já que sua confecção exige muito tempo, paciência e capricho. Nos mosteiros cristãos ortodoxos, por exemplo, os monges fazem os terços com um cordão trançado em elaborados nós. As masbahas de madeira também despendem muito trabalho. Fazê-los demora algumas horas e exige uma grande concentração.








.
Abaixo está o link com um vídeo muito interessante de como se produz uma masbaha de madeira:
http://www.youtube.com/watch?v=Xb2TbUyIeB8
.
.
- nem todos os muçulmanos aprovam o uso da masbaha para este fim.
.
Para os muçulmanos, a masbaha é apenas um instrumento de contagem. Tanto faz usar as contas, um cordão com nós ou as falanges dos dedos da mão direita (método muito recomendado). Muitos evitam fazer o dhikr com a masbaha para que esta não se transforme num amuleto, de forma a confundir o objeto com o ato da devoção. Além disso, os muçulmanos não usam a masbaha em volta do pescoço porque acham que pode desvirtuar sua função, que não é de ornamento, nem de proteção.
.
A masbaha é um instrumento que ajuda na repetição dos 99 nomes de Deus ou das palavras mais queridas para Deus, o tasbeh: “Subhana Allah, Alhamdu Lil-lah, La Ilaha Il-la Allah, Allah Akbar” (Quão perfeito é Allah, não há divindade real a não ser Allah, Louvado seja Allah, Allah é o Maior).
.
.
O fato de carregar ostensivamente a masbaha pode ir contra os ensinamentos de modéstia e discrição, então alguns sheikhs dizem que é melhor não usá-la, mas não a proíbem. Outro fator é que algumas pessoas contam a masbaha enquanto seu olhar se distrai, o que não é apropriado para a concentração esperada para a repetição.
.
.
- estes cordões são também vistos por vários povos orientais como acumuladores e transmissores de energias positivas, além de eliminadores da tensão nervosa.
.
Por esta razão, é comum ver árabes usarem a masbaha apenas para descontrair, relaxar a tensão ou passar o tempo. Ficam num bolso, com suas contas à espera de serem manipuladas pelos dedos do dono. Neste caso, existem as prediletas, e também o material e a cor preferidos para casa ocasião, as mais sofisticadas e as para o dia-a-dia. Existem também a masbaha usada como enfeite na casa e no caso costuma ser feita com pedras grandes e fica exposta, bem à vista. Nunca é demais ter mais uma, sendo assim um bom presente. Um acessório muito útil, principalmente nestes tempos tão tensos...
.
.
















Masbaha: escolha a sua



6 comentários:

  1. lembrar.fixar.contar.ficarnalembrança.permanecer.
    Que Deus esteja sempre conosco!
    G.O.

    ResponderExcluir
  2. Sou brasileiro carioca , hoje em Ctba, mas, sempre tive fixação nas contas que via nas mãos de amigos daqui e do Rio de janeiro.Não sendo curioso aguardei o momento.Ele chegou por mãos de um amigo "Magede".Na verdade a algum tempo conversamos sôbre a Masbaha , falei do meu desejo , Hoje confesso que não sei como usa-la .Daí procuro ajuda .Obrigado

    ResponderExcluir
  3. A masbaha pode ser usada tanto para fazer as orações (sendo que cada conta corresponde a alguma frase ou oração) como para acalmar ou passar o tempo.
    Neste último caso, o costume é deixá-la no bolso e mexer nela à vontade, passando as contas, apoiando no dedo indicador e puxando com o polegar.
    Algumas pessoas preferem para este caso pedras naturais ou ainda madeira, para que os efeitos energéticos destes materiais ajudem a acalmar.
    Espero ter ajudado.
    Um abraço,
    Marcia

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito, parabéns pela pesquisa.
    Também me interesso por este rosário, masbaha.
    Tenho um em cristal, feito por mim.

    ResponderExcluir
  5. Lembrei-me do velho Ibrahim Sued que se apresentava na televisão manipulando esse objeto e comentava que também usava para aliviar as tensões, porém, nunca pronunciou o nome desse objeto, hoje 17.05.2010, o Pres.Lula manipulava um ao lado do Pres.do Irã provavelmente um presente dele...muito boa a informação desse blog.
    Abraços,
    Neto
    Salvador-BA

    ResponderExcluir
  6. Olá,


    somos da assessoria de comunicação de um grupo de artesãos que desenvolvem objetos para ajudar no alívio do stress, na prática da meditação ou simplesmente no passatempo, como japamalas, masbahas e kombolóis. Gostaríamos de convidá-l@ para uma visita em nosso blog e em nossa página no Facebook: http://maosocupadas.blogspot.com


    Um abraço,
    Ahow! Comunicação

    ResponderExcluir